segunda-feira, agosto 01, 2011

Psicomotricidade e suas categorias

Esquema corporal: específica o indivíduo como representante da espécie. É a realidade de fato, idêntico em todas as crianças da mesma idade. É o conhecimento das partes e funções do corpo. Traz ao indivíduo noções de globalidade de si, equilíbrio postural, lateralidade, etc. Conhecimentos sobre o esquema corporal traz a economia dos movimentos (capitalismo, extração do lucro).

Imagem corporal: tem a ver com sensações de prazer e desprazer. É a imagem inconsciente do corpo que não é uma imagem fantasiada, mas as zonas erógenas, por onde a criança se relaciona. É relacional e inconsciente.

Estado tônico: é uma forma de relação com o meio que depende de cada situação e de cada indivíduo. Está ligada a história biológica do indivíduo, a fatores hereditários e de maturação. A função tônica está ligada a totalidade da personalidade do indivíduo. A esfera psíquica, quando não suporta os conflitos o projeta para o motor. Psicossomática. A função tônica está ligada a todas as manifestações de ordem afetiva, emotiva, cognitiva e motora.

Hipotonia: está relacionada à satisfação das necessidades em imaturidade corporal. Os hipotônicos são hiperextensos, mais avançados na preensão e na exploração do próprio corpo. Tem movimentos mais soltos e leves o que causa menor desgaste muscular e comportamento estável. Tem maior receptividade o que garante amor sem censura, são mais calmas e sossegadas. São mais tímidas, mais afetivas e mais dependentes.

Hipertonia: defesa comum a ansiedade preparando para luta. Os hipertônicos são hipoextensos mais precoces na aquisição da marcha e mais ativos. Tem uma exagerada produção motora que pode traduzir carência afetiva pode ter obliterações afetivas. São mais raivosas e menos fixadas nos pais.

Síndromes de debilidade motora: sincinesias (incapacidade de individualização motora, manda fazer um movimento com uma mão e faz com outra – imitação contralateral) e paratonias (incapacidade de descontração voluntária).
Postar um comentário