terça-feira, outubro 09, 2012

Falando em Neuropsicopedagogia

O QUE É A NEUROPSICOPEDAGOGIA?

A Neuropsicopedagogia é uma área de conhecimento e pesquisa na atuação interdisciplinar, voltada para os processos de ensino-aprendizagem, que integra avaliação e a intervenção em situações que envolvam esses processos no plano individual ou coletivo. Ela ainda é considerada uma práxis (prática fundamentada em referenciais teóricos) e não uma ciência.

Entende-se como:
“Área de estudo das neurociências na qual objetiva a análise dos processos cognitivos, potencialidades pessoais e perfil sócio – econômico, a fim de construir indicadores formais para a intervenção clínica frente aos educandos padrões com baixo desempenho e que apresentam disfunções neurais devido a lesão neurológica de origem genética, congênita ou adquirida.” ROTTA Apud COSENZA:2010


O QUE DIFERENCIA A NEUROPSICOPEDAGOGIA DA PSICOPEDAGOGIA?

A Neuropsicopedagogia:
Sua análise está inserida no contexto em que se desenvolve o processo de aprendizagem; a leitura dos problemas que emergem da e na interação social voltada para o sujeito que aprende; busca compreender os fatores que intervêm nos problemas, discriminando o particular e o geral, o específico e o universal, na busca de alternativas de ação para uma mudança significativa nas posturas frente ao ensinar e ao aprender, pautada em uma essência específica e diferenciada da psicopedagogia.

A Psicopedagogia:
Área de estudo da neuropsicologia que avalia,diagnostica, estuda e intervenciona frente a aprendizagem humana e suas intercorrências considerando a compreensão do sujeito enquanto aprendiz, dotado de complexidades, peculiaridades e inseguranças, sendo obrigado a tomar decisões avaliativas além ou aquém de sua realidade cognitiva. RUBINSTEIN Apud SCOZ:2007


ONDE ATUARÁ O NEUROPSICOPEDAGOGO?

O profissional poderá desempenhas funções como:
• Modalizar patogênia frente aos T.A.S;
• Reorganizar fases neurais frente aos T.A.S, refazendo engramas equivocados devido a lesão neurológica;
• Identificar panorama cognitivo pós lesão a fim de adequar o currículo;
• Promover adequação emocional do educando com síndromes neurológicas / condições neuropsiquiátricas ao contexto de grupo.
• Assessoramento técnico frente a instituições voltadas ao trabalho de Educação Especial Inclusiva, Atendimento Clínico ou, em mais recente proposta, no apoio ao trabalho com a Saúde Mental.

O especialista em Neuropsicopedagogia terá as seguintes competências:
• Atuação frente ao desenvolvimento cognitivo humano e profilaxia frente os T.A.S;
• Elaborar publicações científicas frente as técnicas de reabilitação / prognóstico em periódicos da área ou afins;
• Postura interdisciplinar,dinamismo e ética;
• Visão sistêmica dos processos;
• Polivalência teórica mantendo a especificidade em sua área de atuação;
• Elaborar pareceres técnicos, laudos e outras comunicações profissionais;
• Produção de saberes a partir de capacitações e reflexões frente a sua práxis;

QUAIS AS BASES PARA O SURGIMENTO DA NEUROPSICOPEDAGOGIA?

• Lei 3124/97 – Senado Federal.
• Certificado de especialista com registro no MEC – CNE;
• Estar devidamente registrado na ABPp;

FONTE: http://site.psicopedagogia-sp.com/neuropsicopedagogia.html
Postar um comentário