sexta-feira, janeiro 10, 2014

TESTES E AVALIAÇÕES PSICOPEDAGÓGICAS


Disponibilizando para vocês que acompanham o meu Blog algumas sugestões de alguns Testes e Avaliações para o Diagnóstico Psicopedagógico e também alguns materiais para as intervenções.

Lembrando aos psicopedagogos (as) que a formação continuada, seja o estudo contante ou pesquisas é muito importante, precisamos nos manter atualizados, participar de Seminários, Congressos, Simpósios, Grupos de Estudos, enfim, todos os dias aprendemos algo!

Desta maneira não podemos nos apegar somente aos testes e avaliações para obtermos meros resultados, temos que buscar o conhecimento a fim de nos aperfeiçoarmos a cada dia refinando nosso olhar e nossa escuta psicopedagógica.

Leiam este fragmento retirado do texto do Relatório aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esportes do Senado Federal.

"Em que pese ter surgido da necessidade de solucionar o problema dos alunos que apresentassem dificuldades escolares, a psicopedagogia já há muito superou sua gênese e se afirmou como a atividade que busca entender os fundamentos e desenvolvimento da aprendizagem e sua relação com o meio social, familiar e escolar do aluno, atacar os problemas que podem ocorrer nesse processo e, se possível, preveni-los. Nesse sentido, a participação do psicopedagogo – que não se confunde com a do orientador educacional nem com a do psicólogo escolar no processo educacional é essencial, pois ainda que não seja possível prevenir todos os problemas que podem ocorrer, é fundamental para o acompanhamento e diagnóstico das patologias do aprendizado e pela sua correção, se for o caso."
Exmo. Senador Augusto Botelho




Avaliação da compreensão leitora de textos expositivos: para fonoaudiólogos e psicopedagogos.

Este material apresenta textos expositivos, com tipos de organização diferenciados. Tem como objetivo auxiliar psicopedagogos e fonoaudiólogos na avaliação da compreensão leitora de alunos com queixa de dificuldades de aprendizagem e leitura.




  
                                            
CONFIAS - Consciência fonológica instrumento de avaliação sequencial

O CONFIAS é um instrumento que tem como objetivo avaliar a consciência fonológica de forma abrangente e sequencial. A utilização deste instrumento possibilita a investigação das capacidades fonológicas, considerando a relação com a hipótese da escrita (Ferreiro & Teberosky, 1991). Além disso, contribui para a prática na alfabetização e instrumentaliza profissionais de diferentes áreas tais como fonoaudiólogos, psicopedagogos, psicólogos e educadores, podendo também, subsidiar pesquisas acadêmicas na área da linguagem, da psicologia cognitiva e da educação. Faixa etária: a partir de 4 anos de idade.



EAME-IJ - Escala para avaliação da motivação escolar infanto-juvenil
A Escala para Avaliação da Motivação Escolar Infanto-juvenil (EME-IJ) é indicada para ser aplicada em crianças e adolescentes de 8 a 11 anos. Fornece três tipos de medidas sendo, uma relacionada à motivação escolar intrínseca, outra à extrínseca e à motivação escolar geral da pessoa. A aplicação pode ser de forma individual ou coletiva, é rápida, não ultrapassando 10 minutos e sua utilização é dirigida a profissionais da área educacional.





EAVAP-EF - Escala de avaliação das estratégias de aprendizagem para o ensino fundamental

A EAVAP-EF avalia as estratégias cognitivas e metacognitivas de aprendizagem relatadas e utilizadas por alunos do ensino fundamental. Pode ser empregada no diagnóstico psicoeducacional de crianças do ensino fundamental ou de pessoas do mesmo nível de escolaridade que demonstram dificuldades para estudar e aprender. É de fácil manipulação por parte do aplicador e de fácil entendimento por parte dos avaliados.



PROLEC 1º ED - Prova de avaliação dos processos de leitura
O PROLEC - Provas de Avaliação dos Processos de Leitura é o teste mais utilizado por fonoaudiólogos, psicólogos e professores em países de língua hispânica, na avaliação de crianças disléxicas e, é igualmente empregado nas investigações científicas sobre dificuldades de aprendizagem como demonstram as numerosas vezes em que aparece citado nas publicações sobre esse tema. As pesquisadoras brasileiras, em parceria com Fernando Cuetos, adaptaram a ferramenta para uso no Brasil, com o objetivo de oferecer um instrumento capaz de identificar as dificuldades que interferem no processo de desenvolvimento da leitura, atuando como um guia para orientar programas de recuperação.



TDE - Teste de desempenho escolar

O TDE é um instrumento que busca oferecer de forma objetiva uma avaliação das capacidades fundamentais para o desempenho escolar, mais especificamente da escrita, aritmética e leitura. Indica de uma maneira abrangente, quais as áreas da aprendizagem escolar que estão preservadas ou prejudicadas no examinando. A faixa etária abrange a avaliação de escolares de 1ª a 6ª séries do Ensino Fundamental, ainda que possa ser utilizado com algumas reservas, para a 7ª e 8ª séries.




Coleção Aprendizagem e Nível de Operatoriedade: Os 3 Porquinhos
Esta técnica é composta por 8 pranchas, possuindo como elemento básico a história de Os três porquinhos. A criança conta uma história para cada uma das pranchas apresentadas. A correção é realizada pela avaliação qualitativa, com base nos níveis de operatoriedade propostos por Piaget, sensório-motor, pré-operacional, operatório concreto e lógico-formal, incluindo a transitividade de uma fase para outra.
  


Coleção: Os contos de Fadas e a Psicopedagogia

Dar recursos para a avaliação de crianças que apresentem problemas na aprendizagem da lecto-escrita. Composto por quatro contos de fadas (Cinderela, Branca de Neve, João e Maria, e Chapeuzinho Vermelho), embora todos os demais contos de fadas possam ser utilizados. A correção é realizada pela avaliação qualitativa.




  
Técnicas de Diagnóstico Psicopedagógico: O diagnóstico clínico na abordagem interacionista

Tem como objetivo atender às possíveis necessidades dos colegas de trabalho, facilitando-lhes ao máximo a tarefa diagnóstica. Isso se faz possível, pelo conteúdo apresentado trazer não somente as técnicas em si, mas também sugestões para investigação e avaliação das aplicações. Além das técnicas, é oferecida uma metodologia específica a fim de tornar as interpretações e hipóteses mais fidedignas.



MANUAL PRÁTICO DO DIAGNÓSTICO PSICOPEDAGÓGICO CLÍNICO - SIMAIA SAMPAIO
Neste manual, de maneira prática e objetiva, a autora descreve minuciosamente os passos e a aplicação das técnicas usadas no diagnóstico psicopedagógico clínico baseado na Epistemologia Convergente.
Como professora de pós-graduação e supervisora de psicopedagogos, observa a dificuldade que os alunos encontram em unir todas as etapas do diagnóstico para realização do estágio e, mesmo depois de formados, eles sentem dificuldades ao iniciar seu atendimento clínico, por causa da ausência de material de apoio. Por isso, descreve aqui, passo a passo, a realização do Contrato Inicial, EOCA, Provas Operatórias, Técnicas Projetivas, Outros Testes, Anamnese, Devolução e Informe Psicopedagógico.


5 CHANCES - TESTE DE COORDENAÇÃO MOTORA, HABILIDADES CONCENTRAÇÃO Tem uma estrutura que inicialmente gera medo e ansiedade.
O objetivo é conduzir de um lado para o outro uma arruela por meio de um fio metálico, sem tocá-lo. Para isso, tem-se 5 chances e, para cada chance usada um led vermelho é acesso. Ao acender o 5º, deve-se voltar e reiniciar a atividade / treino.
Vem com 2 tipos de trajetória, uma muito fácil e outra muito difícil, não havendo o meio termo.

  
CAIXA LÚDICA CENTRADA NA APRENDIZAGEM
Tanto no diagnóstico como no tratamento a utilização de situações lúdicas possibilita a compreensão do funcionamento do processo cognitivo, afetivo-social e suas interferências na aprendizagem da criança, permitindo aumentar sua autoconfiança e autoestima o que, consequentemente, irá ajudá-la a desempenhar seu papel ocupacional.

  
FAMÍLIA LÚDICA TERAPÊUTICA

Cabe aos pequenos bonecos de pano flexíveis uma grande variedade de tarefas na idade escolar, mais especialmente entre sete e doze anos. A correspondente família flexível permite, que a criança se familiarize com as relações sociais. Mesmo quando sua própria família apresentar algumas particularidades.



MALETA DE PROVAS OPERATÓRIAS

Avaliação qualitativa, com base nos níveis de operatoriedade propostos por Piaget, sensório-motor, pré-operacional, operatório concreto e lógico-formal.






  

PREDICOFON 

PROGRAMA DE REEDUCAÇÃO EM DISLEXIA E CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA.









  
MEMO

O MEMO é um equipamento destinado a estimulação de memória recente, atenção e concentração em pacientes com déficits neurológico, distúrbio de aprendizagem, transtorno do déficit de atenção, entre outras patologias. O MEMO gera uma sequência aleatória de estímulos sonoros e luminosos e o paciente deve repeti-las pressionando o botão correspondente a cor e ao som.

  
TAPETE DAS HABILIDADES

Essa coleção tem como meta principal estimular o desejo de aprender e o desabrochar da criatividade nas mais variadas fases do desenvolvimento infantil.
Os conceitos trabalhados nesta coleção foram testados por profissionais das áreas da Educação, da Fonoaudiologia, da Psicologia e da Psicopedagogia que, com satisfação, alcançaram seus objetivos de forma rápida e eficaz.



Coleção Papel de Carta
           

Segundo Chamat (1997), os objetivos gerais deste teste se dão através da apresentação de seis lâminas que compõem o Teste Coleção Papel de Carta, as lâminas com desenhos infantis, sugerem temas específicos como: Comunicação, Vinculação Afetiva, Receber Afeto, Interação Familiar, Relação com a Aprendizagem e Prognóstico, através destas lâminas pretende-se levar a criança a projetar-se nos personagens, possibilitando detectar possíveis causas de suas dificuldades de aprendizagem, através da análise dos aspectos manifestos e latentes de sua elaboração, bem como a análise de sua escrita. A criança conta uma história sobre cada lâmina, que é devidamente anotada pelo aplicador. A correção é realizada pela avaliação qualitativa de cada história apresentada.



Álbum de Figuras – Avaliação ortográfica

O material “Álbum de Figuras para Análise Ortográfica” tem por finalidade ser utilizado como instrumento para se avaliar o desenvolvimento e aprendizagem da linguagem escrita.
Baseia-se na ortografia do português brasileiro e foi organizado para ser utilizado com educandos que estão em processo de alfabetização ou frequentam as séries iniciais de ensino, 1º ao 5º anos, e que estão apresentando dificuldades nesta aquisição ou outros distúrbios de leitura e escrita.
Em formato de álbum, com espiral, apresenta 30 cartões, medindo 14x10cm. Contém 27 figuras coloridas, que representam conceitos de categorias diversas tais como: meios de transporte, animais, objetos e outros que estimulam a escrita de uma lista de palavras. As figuras de número 28, 29 e 30, representam desenhos temáticos e oportuniza a escrita de novas palavras, frases e/ou texto, na forma de descrição ou elaboração. Acompanha folheto de instrução com orientações para correção.

Álbum de Figuras – Avaliação de Linguagem Oral

O álbum de figuras para nomeação tem por finalidade servir como instrumento de avaliação da linguagem oral, no seu aspecto fonético-fonológico.
Na forma de álbum com espiral apresenta, nesta 2ª atualização (2006), 30 cartões medindo, aproximadamente, 14x10cm. Contém 29 figuras coloridas cujos conceitos pertencem ao vocabulário de crianças e adultos, e permite observar a emissão do fonema desejado, bem como analisar o sistema fonológico do usuário. Foi cuidadosamente organizado de modo a contemplar todos os fonemas da língua portuguesa, diversas ocorrências do mesmo fonema, ocorrência em diferentes posições nas palavras.
Nesta nova versão, a figura de nº. 30 representa um desenho temático que oportuniza a emissão de outras palavras e frases, na forma de descrição ou narrativa, o que possibilita o fornecimento de mais dados para a investigação fonológica. O aspecto visual gráfico dos desenhos busca contemplar critérios de acessibilidade visual, visando o uso do mesmo com um amplo espectro de usuários, inclusive aqueles que apresentam necessidades especiais. Acompanha folheto com referencial teórico e instruções, bem como um protocolo para registro da transcrição e análise fonêmica (2 páginas).


AVALIAÇÃO DE LEITURA E ESCRITA - EMÍLIA FERREIRO

CAIXA DA AVALIAÇÃO DO NÍVEL DA ESCRITA E DA LEITURA

EMILIA FERRERO E ANA TEBEROSKY


Manual de aplicação, original da folha de respostas, livro de histórias e cartões.


Postar um comentário